Como lidar com a crise dos 8 meses de idade

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Com a crise dos 8 meses de Idade, a personalidade do seu bebê pode mudar de uma hora para outra, e de forma bastante repentina.

Ele costumava ser sociável, sorria muito e gostava de ser carregado por pessoas diferentes, agora parece tímido, e chora facilmente quando está com pessoas que não conhece, e não suporta mais quando você está fora de sua vista.

Essas mudanças comportamentais são bastante normais e não são motivo de preocupação. Tudo faz parte de um estágio-chave no desenvolvimento mental do seu bebê e é conhecido como a “crise dos 8 meses de idade”, “medo do desconhecido” ou “ansiedade da separação”.

Seu bebê está crescendo! Conheça nossas dicas para lidar com esta situação da melhor maneira possível.

COMO VOCÊ RECONHECE A CRISE DOS 8 MESES DE IDADE?

Seu bebê tem dificuldade em deixar seus braços: ele grita, chora ou protesta quando tenta deixa-lo e mais ainda quando você desaparece do seu campo de visão, mesmo que você tenha entrado no quarto ao lado.

Quando uma pessoa desconhecida se aproxima, seu bebê não sorri. Pelo contrário, ele mostra sinais de ansiedade ou até mesmo explode em lágrimas. Seu pânico aumenta ainda mais se essa pessoa fala com ele ou quer beijá-lo ou pega-lo.

Seu bebê não fica mais à vontade em ambientes desconhecidos ou pouco conhecidos. Ele também começa a ter medo do banho, pois a água pode de repente parecer como um ambiente estranho.

Dormir torna-se mais difícil e ele acorda com mais frequência durante a noite. Seu pequeno acorda chorando e só se acalma quando você o segura em seus braços.

PORQUE A CRISE

Embora seja doloroso para ele, mas a crise dos 8 meses de idade é um sinal do desenvolvimento mental correto de seu bebê, ele simplesmente está começando a entender que ele e a sua mãe são duas pessoas diferentes e que ele pode sim ser separado dela.

É um passo importante para se tornar independente, mas essa percepção súbita também é muito angustiante. Quando você está longe dele, seu bebê tem medo de perder você para sempre porque ele não consegue imaginar que você vai voltar a qualquer momento.

Além disso, ele ainda não tem uma noção de tempo, uma ausência de apenas alguns minutos pode parecer uma eternidade para ele. O sentimento de abandono que sente quando você se afasta dele pode, ser muito forte.

A “crise dos 8 meses de idade” também é um sinal de que seu filho está aprendendo a diferença entre pessoas próximas a ele e outras pessoas. Ele começa a distinguir o círculo familiar íntimo e reconfortante do mundo externo e potencialmente ameaçador.

A intensidade da ansiedade de separação varia muito de uma criança para outra, e alguns bebês nem parecem experimentá-la, eles permanecem sociáveis ​​e estão bastante felizes em continuar sendo mantidos por uma pessoa ou outra.

Se este for o caso com seu bebê, não se preocupe! A crise dos 8 meses de idade não é uma fase obrigatória. Cada bebê tem sua própria personalidade e se desenvolve de maneira particular. Portanto, muitas vezes, os bebês que vivem em grupo podem passar mais fácil passar por esta fase.

COMO VOCÊ PODE AJUDAR O SEU BEBÊ?

Tranquilize-o o máximo possível, sem considerar seus choros como “manhas ou birras”, sua angústia é real e ele precisa entrar em contato com você para superá-la.

Segure-o em seus braços e abrace-o sempre que tiver a oportunidade de fazê-lo. Diga-lhe repetidamente que você o ama e sempre estará lá para ele. Quando você tiver que deixá-lo, explique que é apenas uma separação temporária: “a mãe tem que ir, mas ela voltará logo”.

Na presença de pessoas desconhecidas, respeite os medos do seu filho, aproveite o tempo para apresentar as pessoas à sua volta ao seu bebê e dê-lhe um tempo para observá-las no seu próprio ritmo. Nunca o coloque diretamente nos braços de um estranho.

No entanto, não o corte do mundo, faça ele se acostumar a ver pessoas diferentes enquanto permanece com segurança, tranquilizado e embalado em seus braços.

Se você tem que se ausentar, deixe seu filho com alguém com quem ele confia, o pai, em particular, pode desempenhar um papel importante durante este período difícil.

Se o seu bebê não tiver um cobertor de segurança, você pode oferecer um pedaço de roupa, um brinquedo macio ou um pequeno lenço impregnado com o seu cheiro, isto vai permitir a ele lidar com a separação de vocês com mais facilidade. Este objeto de transição pode se tornar muito importante para o seu filho, tenha cuidado para não perder!

Jogue o jogo de “esconde – esconde”. Esconda-se atrás de um item de roupa de cama ou de uma porta e depois reapareça. A maioria dos bebês adora esse jogo que os permite se acostumar com a ideia da sua ausência, e aos poucos entender que vocês estarão juntos novamente depois de terem sido separados.

Nunca esgueirar-se para longe de seu bebê sem dizer-lhe que você vai embora e que você vai voltar. Por exemplo, se você tiver que deixá-lo em um berçário ou com outra pessoa, não tente se afastar silenciosamente, mas explique que você vai sair e que estará de volta para buscá-lo no final do dia.

Sempre que possível, evite alterar o método de atenção infantil durante este período: este não é o momento ideal para começar a deixá-lo em um berçário ou a procurar uma nova criadora.

Também tente evitar longas ausências: tente aguardar alguns meses antes de planejar uma separação mais longa (ex: Férias) sem seu bebê.

Em todos os casos, a crise dos 8 meses de idade é uma fase transitória, à medida que as semanas passam, seu pequeno começará a construir sua própria identidade e a aceitar que pode existir sem você.

Seja paciente, e em alguns meses ele estará sorrindo novamente para todos aqueles que o rodeiam, e será capaz de lidar com suas ausências de uma forma muito mais calma e tranquila!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *